Primeiro post do ano…em Toronto

Bom, feliz 2011.

Estou em Toronto, Canadá, na verdade, no Aeroporto. Estou aguardando o meu voo para Tóquio.

Como o Aeroporto brasileiro é baixaria. Uma baita taxa de embarque e nem banheiros limpos nós temos. Tentarei postar um comparativo entre ambos os banheiros (fotos). Mas na volta.

Meu tempo de conexão é de 6 horas… haja saco. Dei uma volta pelo Duty Free canadense e tive a impressão de que está tudo muito caro, diferente da que tive no ano passado, quando passei por aqui voltando de Vancouver. Realmente, bem diferente. Os preços chegam a ser, surpreendentemente, maiores que no Brasil.

Recomendo a quem tiver algum voo de conexão para a Ásia: vá por Toronto. Muito melhor, mais tranquilo, sem problemas com a imigração. Afinal, eu apenas PASSAREI pelo aeroporto, não ficarei no Canadá. E no Brasil, já foi feito o pente fino, ou seja, já tivemos que passar pelo raio-X etc.

Realmente, aeroporto é muito caro. 6 dólares canadenses por uma pasta de dente pequena e um chocolate.

Matei a saudade do café do Tim Horton. Veja bem, tudo é caro no aeroporto. Contudo, comi um donut (de Maple, por isso eu comi) e tomei um café grande por 2,47 (tá, cerca de R$ 3,80). É o que tem de mais barato aqui e é gostoso. No aeroporto em São Paulo, um yakissoba custa 25 reais. Vem um garçon com ar blasé, bem metido a besta, que ainda olha para nossa cara com desdém, pois pedimos yakissoba – o mais barato. E o cara manda um “a gente temos”… Pode? O problema não é o erro de português. Não sou babaca. A questão é ele ser metido a besta e sequer saber falar. Trouxa que tem a alma comprada por uma ninharia pelo patrão.

Bom, é isso aí. Fui para porto de Galinhas esse ano, em Pernambuco, e depois descrevo minhas impressões.

Agora, rumo ao Nippon. Verei Shibuya novamente… show de bola… um dos lugares mais loucos no mundo, tenho certeza.

Anúncios