Escola barra aluno que não usa uniforme… Uma reflexão

Uma notícia de hoje da Fa…ops, Folha de São Paulo, me chamou a atenção. Trata do fato de algumas escolas estarem proibindo a entrada de crianças sem uniforme.
Num primeiro momento, tenho certeza que a maioria das pessoas se posicionam contra à atitude da escola. Mas pensem bem, em especial, aqueles que já trabalharam na Escola Pública: vocês já pararam para pensar como a escola conseguiria impor suas regras sem essa proibição?
Existe uma escola pública em São Paulo que proibia o acesso dos alunos à Sala de Aula sem o material didático, composto por xerox de textos pedidos pelo professor no valor de R$ 1,20. É uma prática proibida, é verdade. Mas como garantir que os meninos estudem o mínimo sem a exigência de certos princípios básicos como entrar em sala de aula com o material didático?
Esse foi um dos erros da esquerda brasileira, quando pensava a educação. Em oposição ao sectarismo e indiferença da direita, esta embebida em pleno século XXI da visão de mundo o mais positivista possível, oferecia doutrinas tão democráticas quanto asssitencialistas. O próprio Paulo Freire, em Pedagogia da Autonomia, afirmava que era um erro comum confundir democracia com licenciosidade.

> Devemos buscar uma escola democrática e de massas, sim, mas devemos perseguir a qualidade sempre, além da educação dos princípios éticos que queiramos defender. Depois, não tem como reclamar. E nisso, é importantíssima a participação e revitalização das APM’s

segue o link
http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff1210201001.

OBS.: Texto publicado também em http://www.advivo.com.br/blog/bssgeo

Anúncios

SENSASIONAL… LAERTE É GÊNIO !!!

O voto “inteligente”

Artistas…

Intelectuais…

Gente “esssssssperta” da classe média que não gostou da mudança de lado de Serra.

Seu novo estilo raivoso e, principalmente, populista.

Ao mesmo tempo, Dilma, bom, não serve: fantoche, distribuidora de “bolsa-miséria”.

Os artistas são retrógrados, não lideram movimento nenhum. Engordam as fileiras da classe média e não se diferenciam muito dela intelectualmete.

Mas, é claro, é necessário dela se diferenciar. Por isso, um taxista, 30 e poucos anos, me disse que votaria no Serra… o automóvel no Brasil é muito caro…

Imagine se um artista como Nando Reis votaria como esse cara?

É preciso manter um cheiro de Vila Madalena no ar… caquético, podre, decadente.

Sim, decadente.

Os mais pobres percebem o movimento…

Continuarão o governo Lula,

Mas, assim que o poder instituído “der brecha”, acabarão com a servidão.